Como vender na internet? Confira as melhores estratégias!

As vendas pela internet estão extremamente aquecidas, sobretudo pelas mudanças de hábitos no mundo pós-pandemia. De acordo com levantamento da Neotrust, em 2021, o e-commerce brasileiro bateu recorde de faturamento, com crescimento de 16,9%. Diante disso, muitos empresários se questionam sobre como vender na internet.

Para aproveitar essa tendência mundial, é importante ter um excelente planejamento e um gerenciamento completo da sua loja virtual, assim como acontece em um negócio físico de sucesso. Além disso, investir em marketing digital e entender as demandas dos consumidores nos meios virtuais são diferenciais importantes. Quer mais dicas? Siga a leitura!

Como vender na internet: passo a passo do zero

Não sabe como vender online? Sem ideia de como começar a sua loja virtual e quais decisões tomar? Então, veja o passo a passo que montamos.

Planeje o novo negócio

Como todo negócio, um e-commerce também se inicia pelo planejamento. Esse é o momento de definir o que você vai vender, para quem, o preço a ser praticado e todas as decisões estratégicas da sua nova empresa.

Pesquise sobre possibilidades de atuação em determinados nichos de negócio, considerando a sua experiência e as necessidades do público. Aproveite para estudar a concorrência e entender como você pode oferecer uma experiência ou um produto mais competitivo.

Escolha a plataforma do seu e-commerce

Você pode tanto construir seu e-commerce do zero (contratando profissionais para isso), como usar plataformas prontas. Nesse caso, será preciso pagar uma mensalidade, e você terá acesso a diferentes serviços, além da construção do e-commerce.

Os mais usuais são: gestão de frete, parceria com transportadoras, gestão de meios de pagamentos, dashboard para controle de visitas no seu e-commerce, parceria com marketplaces (com gestão integrada) etc.

Entenda o que essas plataformas oferecem, quanto custam e quais as facilidades.

Pense nos marketplaces

Além de ter sua própria loja virtual, atuar nos marketplaces é uma excelente maneira de atrair mais compradores. Inclusive, essa é uma forma de começar a vender pela internet sem ter que investir muito.

Nesse caso, contudo, é fundamental analisar a taxa cobrada — e como ela é calculada. Alguns marketplaces cobram uma taxa fixa e mais uma variável por compra. Em outras, o valor depende de qual é o seu nível (comerciantes com alto volume de vendas pagam mais barato, por exemplo).

Compare os marketplaces mais usados pelo seu público, os custos e as exigências para começar a vender por eles. Alguns exigem certa quantidade de anos de atuação no mercado, estoque mínimo de produtos, possibilidade de emissão de notas etc.

Avalie os meios de pagamento

Analise muito bem quem forma o seu público e avalie quais métodos funcionam melhor para eles (e também para a administração da sua loja virtual). Não se esqueça de comparar as taxas oferecidas por cada opção.

Os gateways de pagamento são muito usados. Eles são plataformas que permitem uma transação monetária entre duas partes pela internet. Para operar, você precisará de um e-mail de registro e uma conta bancária de onde possa sacar o dinheiro.

O dinheiro da venda é creditado na conta virtual do gateway escolhido e você pode solicitar uma transferência para sua conta corrente ou poupança. Alguns mais conhecidos são: PagSeguro, Mercado Pago, PayPal, Wirecard, PagHiper, Cielo etc.

Para trabalhar dessa forma, sempre verifique a comissão cobrada pelo gateway.

Além dessa possibilidade, você também pode trabalhar com PIX, transferência bancária, depósito, boleto e até com dinheiro (caso a venda seja feita pela internet, mas a retirada seja em uma loja física).

Escolha a melhor forma de entrega

Existem dois métodos para entregar seus produtos, os Correios ou as transportadoras.

Os Correios é um meio muito usual, que cobre quase todo o Brasil. Contudo, apresenta algumas limitações, como o transporte de produtos de até 30kg e embalagens com dimensões de, no máximo, 2.000 centímetros.

Se você quiser trabalhar com mais flexibilidade, a melhor opção é contratar os serviços de transportadoras. Assim, poderá oferecer mais alternativas aos seus clientes e conseguir baratear o frete.

Planeje o layout da página de produtos

O layout do seu e-commerce é essencial para que os usuários consigam navegar com facilidade, avaliar os diferenciais do seu produto e sentirem vontade de comprá-lo. Por isso, analise como é o design da sua loja virtual.

Boas fotos, vídeos e descrições são essenciais para quem deseja vender pela internet. Por exemplo, se você vende roupas, é importante colocar uma descrição rica, informando a tabela de medidas, tecido usado, caimento e todos os detalhes para o usuário. Assim como adicionar fotos de modelos usando a roupa e até vídeos, para que os clientes possam ver a peça em movimento.

Quanto mais informações tiver, mais seguros os usuários se sentirão em comprar de você.

Loja de roupas usa dicas sobre como vender na internet

Quais as estratégias para aumentar as vendas pela internet?

Embora o planejamento e o desenvolvimento do e-commerce sejam importantes, se você quer saber como vender na internet, precisa se atentar às estratégias de divulgação, garantindo tráfego e acesso. Veja as mais importantes.

Pense no SEO

As técnicas de SEO são essenciais para posicionar seu e-commerce nas primeiras páginas do Google para as palavras-chaves relevantes do seu setor. Assim, vale a pena pensar em boas práticas.

Algumas dicas essenciais são:

  • crie um site responsivo (que funciona em qualquer tamanho de tela, incluindo smartphones);
  • tenha um site com carregamento rápido (ideal para quem está navegando via 3g ou 4g);
  • use as palavras-chaves importantes para o seu setor na descrição dos produtos;
  • use ALT TAG nas imagens;
  • crie uma URL amigável;
  • crie boas meta descriptions para suas páginas.

Alie um blog ao seu e-commerce

Outra tática muito interessante para aumentar o tráfego na sua loja virtual é aliar um blog. Nele, você poderá trabalhar diferentes conteúdos relacionados às palavras-chaves que seu público pesquisa no Google.

Além de ajudar a ranquear, essa estratégia aproxima a marca do seu público, educa a clientela e promove um bom relacionamento, transformando sua marca em autoridade no seu setor.

Para funcionar, pense em quais dúvidas seu público mais tem, analise as palavras-chaves mais relevantes e crie um calendário editorial.

Faça um bom trabalho nas redes sociais

As redes sociais podem ser usadas tanto para atrair tráfego para seu e-commerce como também uma plataforma de vendas. Afinal, algumas contam com essa alternativa diretamente, como o Facebook e o Instagram.

Analise muito bem o seu público para criar conteúdos engajadores e também promoções com um bom retorno. Use os diferentes recursos que as redes sociais oferecem.

No Instagram, por exemplo, aproveite os Stories para mostrar os bastidores do seu negócio (como a higienização dos produtos antes de enviá-los para os consumidores), faça lives para apresentar os produtos ou tirar dúvidas dos usuários, use o Reels para mostrar as pessoas usando os produtos e assim por diante.

Aproveite os recursos visuais para despertar a vontade de os usuários consumirem. Você também pode criar promoções para gerar mais engajamento, como sorteio de brindes ou produtos para quem curtir, compartilhar o post e marcar novos amigos.

Use o e-mail marketing

O e-mail marketing é muito poderoso para quem deseja começar a vender pela internet. Ele pode ser usado tanto para nutrir os leads que você capta via blog e redes sociais como para se relacionar com os usuários — enviando pesquisas de satisfação, vouchers e cupons de desconto e resgatando carrinhos perdidos.

Porém, não se esqueça de atentar à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) ao enviar e-mails aos clientes ou potenciais clientes. Tudo deve ser claro e autorizado.

Crie senso de urgência

Na hora de criar suas promoções, uma dica valiosa é apelar para o senso de urgência, como descontos que se esgotam em algumas horas ou dias. Você também pode criar campanhas exclusivas para determinadas datas ou semanas (como Dia do Consumidor, Dia das Mães, Dia dos Namorados etc.).

A oferta precisa ser consistente e comunicada de forma clara, criando no possível comprador um senso de urgência (se ele não comprar agora, poderá perder um bom desconto).

Essas promoções podem ser divulgadas nas suas redes sociais, para os contatos cadastrados na sua base usando o e-mail marketing, em banners e pop-ups na sua própria loja virtual etc.

Trabalhe com mídia paga

A mídia paga são os anúncios no Google ou nas redes sociais. Eles ajudam a atrair mais tráfego para o seu e-commerce e podem ser feitos tanto para divulgar a loja como para as campanhas de vendas e promoções.

Por exemplo, se você está montando uma campanha para a Black Friday, pode usar a mídia paga a fim de divulgá-la e atrair mais compradores. Nesse caso, escolha corretamente as palavras-chaves e faça o link para a página de vendas.

Se for fazer anúncio de produtos, crie um anúncio por produto e faça o link para a página de vendas do item.

Use um software de gestão

Tão importante quanto as estratégias de divulgação é a gestão do seu negócio. Deve-se assegurar que você terá estoque suficiente para atender às demandas e também cuidar da parte financeira.

Por tudo isso, um software de gestão é imprescindível para quem deseja vender pela internet. Com ele, você conseguirá controlar de forma integrada todos os setores do negócio, assegurando uma vida financeira tranquila e também um ótimo atendimento e experiência aos seus clientes.

Gostou de conhecer as principais dicas para vendas na internet? Planejamento, diversidade de formas de pagamento e boas estratégias de entrega são imprescindíveis. Além disso, não se esqueça de investir em estratégias de marketing com blog, site e redes sociais para aumentar as vendas. Por fim, tudo isso fica mais fácil com o auxílio de um bom software de gestão para centralizar as informações e o controle.

Agora você já sabe como vender na internet! Ainda tem dúvidas? Deixe um comentário para gente!

Sistema online

TagPlus é o sistema ideal
para a gestão da sua loja!

Controle seu estoque, financeiro, clientes,
notas fiscais, venda online e muito mais.

Imagem ilustrativa monitor com o Sistema Tagplus
Foto do perfil do autor ou autora

Escrito por

Graduada em Comunicação Social, com especialização em Marketing Digital: negócios e estratégias.

Nenhum comentário

Deixe o seu Comentário

Categorias