Fluxo de caixa operacional: o que é e como calcular?

O que é o fluxo de caixa operacional e como calculá-lo?

Gerir o próprio negócio é algo desafiador. Requer muita sabedoria para manter a excelência dos produtos e serviços a serem entregues, além da imensa responsabilidade com as operações do dia a dia da empresa. 

Para tal, é indispensável o uso de algumas métricas que vão acompanhar e analisar a saúde financeira do seu negócio, como é o caso dos tipos de fluxo de caixa, principalmente do Fluxo de Caixa Descontado (FCD) e do Fluxo de Caixa Operacional (FCO), que é o que vamos tratar neste artigo. 

Entenda melhor o que é o FCO, suas vantagens, importância e como fazer o cálculo!

O que é fluxo de caixa operacional?

O fluxo de caixa operacional é o resultado das entradas e saídas do caixa da sua empresa, considerando apenas as movimentações necessárias à operação. Em outras palavras, o FCO demonstra as receitas das vendas e despesas geradas pela produção, incluindo a compra de matéria-prima, transporte, pagamentos dos funcionários, serviços prestados, etc.

Deve-se utilizar o fluxo de caixa operacional sempre que houver o desejo de medir o desempenho financeiro de um negócio, pois funciona como um demonstrativo e ajuda na tomada de decisões no longo prazo.

Assim como o fluxo de caixa comum, o fluxo de caixa operacional deve ser medido de tempos em tempos, pois além de dar ao gestor uma visão mais precisa do negócio, vai dizer o quanto de dinheiro está sendo gerado a partir da atividade principal da empresa. Vale ressaltar que o FCO não considera investimentos, variações de mercado, juros monetários e outros. 

Qual é a importância do fluxo de caixa operacional?

Como o resultado do cálculo do fluxo de caixa operacional é baseado nas entradas e saídas do caixa da empresa, é comum que gestores tomem decisões equivocadas quando deixam os aspectos operacionais de lado.

Por isso, para fazer a conta é necessário levar em consideração:

  • impostos e tributos em geral;
  • pagamentos de salários e fornecedores;
  • compras de produtos, matéria-prima e equipamentos essenciais para a operação;
  • serviços prestados e/ou contratados.

O resultado do fluxo de caixa operacional é indispensável para realizar o planejamento financeiro da empresa no período estimado. Além disso, quando existe um controle financeiro eficiente, fica muito mais fácil identificar quais produtos e/ou serviços têm maior demanda e quais são as principais despesas.

Quais as vantagens de calcular o fluxo de caixa operacional?

Algumas das vantagens de realizar o cálculo do FCO são:

  • visão geral do funcionamento do negócio, e consequentemente, a criação de um planejamento saudável;
  • compreensão da entrada e saída do dinheiro, facilitando reajustes e alterações na forma de vender e investir na empresa;
  • controle dos serviços prestados e contratados;
  • ajuda na tomada de decisões de curto e longo prazo.

Como calcular o fluxo de caixa operacional?

Agora que você sabe o que é o fluxo de caixa operacional, vamos mostrar o passo a passo para fazer o cálculo.

Etapa 1 – Lucro total

Neste primeiro passo, é necessário obter o lucro total da empresa no período estimado. Para se chegar a este resultado, subtraia das receitas: a folha de pagamento, custos de produção e demais despesas – fixas ou variáveis – fundamentais para a manutenção das atividades da empresa. Desconsidere as tributações.

Etapa 2 – Desvalorização e impostos

Aqui, você deve atentar à desvalorização — perda do valor de um bem, decorrente de seu uso, do desgaste natural ou de sua obsolescência — da sua empresa e ao recolhimento dos impostos. Esses dados são imprescindíveis para chegar ao resultado final.

Etapa 3 – Cálculo

A fórmula básica para descobrir seu fluxo de caixa operacional é:

(Lucro antes dos impostos + Desvalorização) – Impostos = Lucro Operacional

Vamos exemplificar com números reais para facilitar o entendimento. Suponhamos que sua empresa lucrou um total de R$ 80.000 e teve uma desvalorização de R$ 7.000. Já os impostos, totalizaram o valor de R$ 21.000. Com esses dados, a fórmula ficaria assim:

(80.000 + R$ 7.000) – R$ 21.000 = R$ 66.000,00

Assim, você tem seu fluxo de caixa operacional no valor de R$ 66.000,00. Esse valor significa o quanto de caixa sua empresa gerou diante das atividades operacionais.

Apesar de ser uma conta simples de fazer, às vezes, utilizar somente planilhas para manter o controle não é suficiente. Por isso, a fim de evitar erros e falhas, é interessante ter um software de gestão capaz de integrar seus dados e automatizar funções.

Como um software de gestão pode ajudar?

Um bom software de gestão oferece ferramentas que vão facilitar o dia a dia do empreendedor, suprindo desde a parte burocrática, passando pelo acompanhamento de todas as movimentações financeiras e geração de relatórios, até as integrações capazes de automatizar todas as ações necessárias na rotina de um empresário.

Além disso, a automatização dá um intervalo de folga para que os empreendedores possam focar em outras atividades que também demandam foco e tempo.

Dentre todas as funcionalidades que fazem com que um sistema de gestão seja eficaz, a principal é mostrar o caminho a ser seguido e as melhores decisões a serem tomadas, visando sempre o crescimento e o equilíbrio do negócio.

Com todas essas funcionalidades, o sistema de gestão comercial completo para sua empresa é o TagPlus. Nele, você tem a integração de dados em uma única plataforma, emite notas fiscais, controla seu estoque, acessa seus dados a qualquer hora, de qualquer lugar, retira relatórios e muito mais.

Ficou interessado? Teste nosso sistema por 15 dias gratuitos e conheça todas as funcionalidades disponíveis.

O TagPlus é o sistema de gestão online que sua empresa precisa!

O TagPlus é um sistema de gestão on-line que já ajudou mais de 60 mil empresas, de diferentes tipos de negócio, a serem mais eficientes e organizadas.

Testar Grátis
Sistema Online de Gestão Comercial, com NF-e, NFS-e, Controle Financeiro, Acompanhamento de NF-e, Sistema emissão Nota Fiscal Eletrônica.
Foto do perfil do autor ou atora

Escrito por

Publicitaria e Designer, atua no mercado de comunicação visual a 6 anos, experiente no desenvolvimento de storytelling, projeção comunicacional, mídia e propagação mercadológica. Na TagPlus é responsável pela formatação das estratégias de comunicação empresarial. - Departamento de Marketing.

Nenhum comentário

Deixe o seu Comentário

Categorias