Tecnologias por trás do varejo: conheça 7 tendências que continuam em alta em 2024

O mercado tem experimentado grandes transformações nos últimos anos, impulsionadas principalmente pelas novas tecnologias do varejo.

Ter atenção às exigências do mercado é essencial para que sua empresa se equipare ou até mesmo supere a concorrência. Por isso, apresentamos aqui 7 tendências tecnológicas no varejo que estão gerando mais vendas e aumentando a eficiência em diversas empresas.

São elas:

1. Atendimento por chatbot

Chatbots são programas de software que utilizam inteligência artificial (IA) para simular conversas humanas. É uma tecnologia do varejo que se tornou comum, e é utilizada para responder as mensagens mais frequentes de clientes ou que exijam uma solução pontual.

Esse meio de comunicação automático pode ser integrado a diversos canais: websites, aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, e redes sociais, oferecendo uma experiência de atendimento uniforme, 24 horas por dia, 7 dias na semana.

As principais vantagens dos chatbots são:

  • automatização de tarefas repetitivas;
  • redução de custos operacionais;
  • oferecimento de um suporte contínuo;
  • e aumento da satisfação do cliente.

2. Comunicação omnichannel

Omnichannel refere-se a uma abordagem integrada de interação com os clientes através de múltiplos canais de comunicação. Isso inclui lojas físicas, websites, aplicativos móveis, redes sociais, e-mail, telefone e qualquer outro ponto de contato que uma empresa utilize para se comunicar com seus consumidores.

O objetivo é proporcionar uma experiência uniforme e contínua em todos os canais, independentemente de como ele interaja com a marca, ele recebe a mesma qualidade de atendimento e informações coerentes. Sendo assim, a forma se tornou necessária devido aos clientes se encontrarem em diversos canais diferentes e buscarem, na maioria dos casos, a comunicação com a empresa através dos meios mais convenientes para eles.

As vantagens da integração de canais são:

  • coleta de dados mais completa sobre o comportamento dos clientes;
  • registro de histórico de atendimento;
  • operações mais eficientes, reduzindo redundâncias e melhorando a coordenação entre diferentes departamentos da empresa;
  • facilidade na obtenção de feedback dos clientes em diversos pontos de contato, permitindo ajustes rápidos e aprimoramentos contínuos.

3. Flexibilidade de pagamentos

A integração de diferentes formas de pagamento é uma tecnologia do varejo que pode aumentar a conveniência para os clientes e melhorar a experiência de compra. Com isso, é possível atender demandas de diferentes tipos de públicos e necessidades específicas nas transações financeiras.

Dentre as vantagens da flexibilidade de pagamentos estão:

  • aumento das vendas, impulsionado pela liberdade de escolher a forma de pagamento que melhor convém;
  • experiência de compra satisfatória;
  • fidelidade de clientes;
  • redução de riscos e custos operacionais, que podem estar associados a um número limitado de formas de pagamento.

4. Experiência de compras personalizada

Com o avanço da coleta de dados, Inteligência Artificial e Machine Learning, foi possível aprimorar ainda mais experiências personalizadas para os clientes.

Não pense que essa tecnologia está muito longe de você, muitas plataformas de loja virtual e marketplace utilizam desses mecanismos para fazer melhores recomendações de produtos para os usuários. No marketing digital, também temos como exemplo os anúncios em plataformas como Instagram e Google, ou seja, é uma tecnologia do varejo que está muito presente em nosso dia a dia.

A personalização baseada em dados tem como objetivo:

  • aumentar a satisfação do cliente;
  • melhorar a lealdade à marca;
  • criar uma experiência de compra mais envolvente e eficiente;
  • e aumentar as vendas.

Esse tipo de personalização pode incluir recomendações de produtos, ofertas exclusivas, e comunicação direcionada, tudo adaptado aos interesses, comportamentos e preferências do cliente.

5. Comprar on-line e retirar na loja

Essa tendência se popularizou entre drogarias e mercados principalmente pela conveniência de comprar on-line com a praticidade de retirada na loja.

O modelo de venda pode ser adaptado a diferentes tipos de negócios, visto que oferece várias vantagens para empresas, além de eficiência para os clientes, como:

  • economia de tempo e flexibilidade de horário, já que os clientes podem fazer suas compras on-line a qualquer hora, sem precisar percorrer os corredores da loja física;
  • eliminação das taxas de entrega, especialmente para compras menores onde o custo do frete pode ser desproporcionalmente alto;
  • disponibilidade imediata do produto, com um acesso mais rápido em comparação com a espera pelo envio;
  • possibilidade de venda de oportunidade, colocando produtos de alto interesse do público próximo ao PDV onde é feita a retirada dos itens.

6. Live commerce

O live commerce está revolucionando a forma como os consumidores interagem com as marcas e fazem compras on-line, proporcionando uma experiência de compra mais dinâmica, interativa.

Essa forma de venda é uma tecnologia do varejo que combina transmissão ao vivo com a possibilidade de comprar produtos durante o evento. Com isso, está ganhando popularidade especialmente em plataformas como Instagram, TikTok e YouTube.

Exemplos de live commerce

Um grande exemplo de live commerce aqui no Brasil, são as da marca Wepink. A influenciadora, e dona da marca, Virgínia se destaca por faturar muitos dígitos em poucas horas, com esse tipo de ação. Seus seguidores param para ver os produtos e lançamentos, e também aproveitar promoções e kits, que são usados como estratégia de venda para itens que estão parados no estoque.

O marketplace Shopee possui dentro de sua própria plataforma estrutura para que seus vendedores realizem lives e vendam, com apenas um clique na tela, durante a transmissão. É uma oportunidade de instruir seus clientes sobre seus produtos e dar destaque a promoções.

Veja mais algumas vantagens:

  • aumento de engajamento e interação com os clientes, já que as transmissões ao vivo mantêm os espectadores envolvidos por mais tempo, criando uma conexão mais forte com a marca;
  • geração de confiança com os produtos, pois os mesmos estão sendo demonstrados ao vivo, com a oportunidade de fazer perguntas em tempo real;
  • expansão das vendas, em curto período e alta taxa de conversão, em função de uma estratégia bem estruturada e a combinação de urgência (promoções por tempo limitado) e facilidade de compra (links diretos);
  • alto alcance de público, sem a necessidade de um grande investimento em infraestrutura, impulsionado pela rede social ou marketplace;
  • feedback instantâneo dos consumidores durante a live, o que pode ser valioso para ajustar estratégias de marketing e desenvolvimento de produtos;
  • em comparação com os métodos tradicionais de publicidade e vendas, o live commerce pode ser uma opção mais econômica, aproveitando as plataformas já existentes e o público delas.

7. Realidade virtual

A realidade virtual (VR) está transformando o varejo ao proporcionar experiências de compra imersivas e interativas, ajudando as marcas a venderem mais produtos de diferentes maneiras.

Várias marcas foram beneficiadas com essa tecnologia, como a IKEA, Sephora e a Warby Parker, de óculos de sol.

A realidade virtual é uma tecnologia do varejo que permite que os consumidores explorem produtos em um ambiente tridimensional, proporcionando uma experiência de compra mais completa e envolvente.

Por exemplo, em vez de apenas ver imagens de um produto, os clientes podem interagir com ele, visualizar em 360 graus, ver como o objeto se encaixa em um ambiente realista e até mesmo “experimentar” virtualmente, como no caso de roupas ou acessórios.

Como benefício, as empresas que utilizam a realidade virtual podem:

  • reduzir devoluções, pois a RV ajuda a alinhar melhor as expectativas dos clientes com o que eles realmente recebem;
  • engajar e fidelizar clientes pela experiência inovadora e tecnologicamente avançada, que pode ser utilizada inclusive em estratégias de marketing, já que causam grande impacto social;
  • melhorar o relacionamento com o cliente a partir de processos mais envolventes e personalizados.

Conclusão

O varejo está em constante evolução, impulsionado por tecnologias emergentes que prometem transformar a maneira como os clientes compram e interagem com as marcas. Neste artigo, vimos que em 2024, várias tendências tecnológicas do varejo estão se destacando e, em grande parte, são acessíveis para empresas de todos os portes.

Mas não se preocupe se ainda não atendem seu negócio, com o tempo, tecnologias do varejo que antes eram inacessíveis para muitos se tornam mais viáveis. Por isso, é essencial ter atenção às mudanças do mercado para se adaptar e colher os frutos dos avanços tecnológicos.

Agora que você já está por dentro das tecnologias que estão aumentando as vendas e a eficiência de vários negócios, chegou a hora de automatizar a gestão da sua empresa.

Conheça o TagPlus, o sistema de gestão empresarial que veio para organizar as vendas, o estoque e a vida financeira da sua empresa.

Teste grátis por 15 dias clicando no banner abaixo.

Sistema online

TagPlus é o sistema ideal
para a gestão da sua loja!

Controle seu estoque, financeiro, clientes,
notas fiscais, venda online e muito mais.

Imagem ilustrativa monitor com o Sistema Tagplus
Foto do perfil do autor ou autora

Escrito por

Profissional de Comunicação, com habilitação em Relações Públicas e especialização em Marketing Digital.

Nenhum comentário

Deixe o seu Comentário

Categorias