O que é faturamento e como fazer?

Descubra o que é faturamento e saiba fazer um para a sua empresa!

Abrir um negócio requer mais que força de vontade, é preciso ter conhecimento de indicadores como faturamento, lucro, custos e despesas de uma microempresa. Essa análise é de extrema importância para traçar as melhores estratégias, que ajudarão a manter a saúde financeira da sua empresa em dia.

Neste conteúdo, nós vamos ensiná-lo o que é faturamento, dar dicas para calculá-lo e trazer outras orientações essenciais para que o seu negócio cresça e mantenha as finanças em dia!

O que é faturamento?

O faturamento de uma empresa nada mais é do que o somatório de todas as vendas que foram realizadas em um determinado período, normalmente analisado de mês em mês e também de ano em ano.

Ou seja, tudo que entra no fluxo de caixa da empresa, advindo de uma venda de produto ou prestação de serviço, é considerado faturamento. Esse indicador é indispensável para empresas de todos os portes e segmentos, sendo dividido em dois tipos: bruto e líquido. 

Faturamento bruto 

O faturamento bruto é o valor que a empresa recebe pelas vendas de produtos ou prestação de serviços durante um período específico. Seu cálculo é bem simples: basta multiplicar o preço de venda do produto ou serviço pelo total de unidades vendidas no período específico. Sendo assim, temos:

Faturamento bruto = quantidade vendida X preço de venda

Para ficar ainda mais fácil, suponhamos que você tenha uma loja de sapatos. Se você vender 50 pares de sapatos (quantidade) por R$ 100,00 a unidade (preço de venda), em um mês, seu faturamento bruto será de R$ 5.000,00. Ou seja, faturamento bruto = 50 x R$ 100,00 = R$ 5.000,00.

Faturamento líquido 

Já o faturamento líquido é a soma de todas as vendas realizadas em um determinado período menos as deduções de vendas e os impostos que incidem sobre as vendas

Em outras palavras, o faturamento líquido é como o faturamento bruto, só que, dele, ainda é preciso retirar as deduções das vendas (despesas que ocorrem sempre que há uma venda) e os impostos sobre elas. Sendo assim, temos:

Faturamento líquido = faturamento bruto – impostos – deduções

Usando o mesmo exemplo do faturamento bruto, depois de pagar todos os impostos da sua microempresa, chegamos a um resultado diferente. Para este caso, vamos considerar apenas o imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), que é de 18%.

Seguindo o exemplo, o primeiro cálculo a ser feito é o dos 18% de ICMS sobre R$ 5.000,00 (faturamento bruto), resultando em R$ 900,00. Logo, faturamento líquido = R$ 5000,00 – R$ 900,00 = R$ 4.100,00, sendo o seu faturamento líquido de R$ 4.100,00.

Percebe como o total é uma quantia diferente considerável? Ainda mais se analisada mensalmente. Por isso é sempre importante estar atento a todos os impostos sobre os produtos e serviços vendidos. 

Por que é importante calcular o faturamento do seu negócio?

Mesmo não sendo o lucro real, conhecer o faturamento da sua pequena empresa é importante para traçar as estratégias financeiras da empresa. Algo relevante para se observar, por meio da realização do faturamento, é a saída de um produto específico em um determinado período, seja quinzenalmente, mensalmente ou anualmente.

A partir dessa análise, é possível avaliar o nível de produção e de demanda de cada produto, para assim, planejar novas perspectivas para o seu negócio. Além disso, essa avaliação profunda poderá resultar na manutenção ou não da oferta de determinado produto pela empresa. 

Para desenvolver e traçar com sucesso o caminho a ser percorrido pela empresa, é indispensável saber a diferença entre faturamento e lucro. Portanto, confira o nosso próximo tópico!

Lucro x Faturamento: quais as diferenças?

Lucro e faturamento são dois indicadores frequentemente confundidos por quem está abrindo um negócio. Como mostramos ao longo do texto, o faturamento é a soma de todas as vendas, de produtos ou serviços, que são realizadas em um período específico dentro de uma empresa.

Resumidamente, o faturamento é quanto a empresa vai receber pelas vendas. Já o lucro é o que sobra do faturamento, quando são descontados os custos e despesas de uma empresa. Dessa forma, o lucro é o resultado positivo originado após a dedução dos custos e despesas da empresa. Seu cálculo é:

Lucro = faturamento – despesas 

Para você entender melhor, montamos uma relação de quantos tipos de custos existem em um negócio:

  • Custos fixos — gastos frequentes que não se alteram de acordo com o volume de produção, a exemplo do aluguel do escritório e da folha de pagamento dos funcionários;
  • Custos variáveis — gastos que variam conforme o volume de produção, como a matéria-prima para fabricação de produtos e impostos pagos na comercialização;
  • Despesas fixas — despesas administrativas que não variam de acordo com as vendas e distribuição, como o IPTU do escritório e serviços de limpeza, manutenção, energia elétrica, água, telefone, internet etc.; 
  • Despesas variáveis — despesas administrativas que aumentam ou diminuem na mesma proporção das vendas, por exemplo, a comissão dos vendedores.

Por que é importante saber a diferença entre faturamento e lucro?

Agora que você já sabe o que é faturamento e o que é lucro, chegou a hora de entender o porquê de diferenciá-los na prática. Como dissemos, ao abrir uma empresa, é indispensável que seja feito um planejamento financeiro para a análise anual e, dentro desse planejamento, deve-se definir as metas de faturamento e lucro. 

Atenção: um grande erro é analisar apenas o faturamento e achar que está lucrando uma grande quantia. Isso porque esse valor não considera os custos e despesas de uma empresa. Sendo assim, podemos dizer que um alto faturamento não significa que a empresa atingiu o lucro estipulado no começo do planejamento financeiro. 

Para se chegar a um resultado correto, é necessário analisar o faturamento e os lucros, a fim de que seja possível avaliar com precisão o desempenho em diferentes áreas da empresa.

Confira esta dica extra!

Sabemos que é difícil se organizar de forma eficiente, afinal, há uma enorme quantidade de informações necessárias para acompanhar a saúde financeira de uma empresa. Por isso, vamos deixar algumas dicas para você!

Crie uma planilha ou use um sistema que já defina as fórmulas para você, de modo que, ao inserir os dados, automaticamente sejam feitas as contas. O ideal é que cada um deles seja separado em valor total:

  • da receita;
  • de custo variável;
  • de custo fixo;
  • do faturamento.

Entendeu o que é faturamento, qual a importância de calculá-lo e como fazê-lo para sua empresa? Então, que tal começar a aplicar as nossas orientações no seu negócio e avaliar os impactos delas? Mas, antes disso, confira as nossas 7 dicas para manter a saúde financeira da sua empresa em dia e construa o seu negócio em uma base bem sólida!

O TagPlus é o sistema de gestão online que sua empresa precisa!

O TagPlus é um sistema de gestão on-line que já ajudou mais de 60 mil empresas, de diferentes tipos de negócio, a serem mais eficientes e organizadas.

Testar Grátis
Sistema Online de Gestão Comercial, com NF-e, NFS-e, Controle Financeiro, Acompanhamento de NF-e, Sistema emissão Nota Fiscal Eletrônica.
Foto do perfil do autor ou atora

Escrito por

Publicitária e Ecóloga. Amante da escrita e da leitura em todas as suas formas. Na TagPlus é Analista de Marketing Junior.

Nenhum comentário

Deixe o seu Comentário

Categorias