Crédito com baixas taxas de juros

Decidiu abrir uma empresa?
Quer expandir sua empresa?
Precisa de um capital maior?

Se respondeu que sim para alguma dessas perguntas, esse texto é para você!

Entenda sobre empréstimos e financiamentos com as menores taxas de juros do mercado brasileiro.

Diferença entre financiamento e empréstimo

Por mais que ambos pareçam ter a mesma funcionalidade, existem pequenas diferenças e que são cruciais. Acompanhe!

No financiamento, o banco financia a compra de um bem, como um imóvel, carro, equipamentos, máquinas ou terreno, e esse bem é dado como garantia até a quitação da dívida. Caso o tomador (pessoa física ou jurídica) não pague, o banco pega o bem de volta e o leva a leilão.
Já no empréstimo, o valor do juros é mais alto, já que não existe nenhuma garantia de que o banco irá reaver esse dinheiro. Além do mais, vale destacar, que o tomador do empréstimo pode gastar como quiser a quantia recebida.
Para que o empréstimo ou financiamento seja concedido, o banco ou uma instituição financeira realiza uma análise de crédito, para avaliar o risco desse dinheiro emprestado não retornar. Quanto maior esse risco, maiores são os juros a serem cobrados.
É de suma importância, apresentar todos os documentos necessários para que consiga  receber o empréstimo ou o financiamento que tanto deseja, além de não possuir restrições em oŕgãos como SPC, SERASA e CADIN. Confirme com seu contador a documentação correta para que dê tudo certo na transação.

Agora vamos focar nos tipos de créditos que possuem baixas taxas de juros e, consequentemente, se tornam mais acessíveis.

EMPRÉSTIMOS

1. Microcrédito

O microcrédito se caracteriza como uma política de combate à pobreza. Se trata de um programa social de empréstimo impulsionado pelo governo federal. É destinado a pequenos empreendedores, formais, informais ou autônomos e que não tem como prover garantias a um banco e/ou possuem faturamento anual de até R$ 120 mil. É mais indicado para MEI (Microempreendedores Individuais).
Por se tratar de um empréstimo de cunho social, as taxas de juros são muito menores às linhas de créditos tradicionais no mercado, variando entre 2% e 4% apenas. O valor emprestado é somente utilizado no próprio negócio, como por exemplo, para ampliar estoques, reforma da loja, compra de equipamentos, entre outros, mas não serve para quitar dívidas pessoais.
Um diferencial desse tipo de empréstimo, é a visita e acompanhamento de um agente de microcrédito, cujo trabalho é visitar seu local de trabalho para entender e avaliar suas necessidades e condições e, repassar a quantia com segurança. No microcrédito, o banco vai até você!
Seu uso não é restrito à pessoa jurídica, a pessoa física também consegue o empréstimo.

Observação: Normalmente não aceita negativados.

2. Empréstimo para Capital de Giro

Capital de giro é a quantidade de dinheiro em caixa das empresas que movimentam TODAS as demandas básicas para seu funcionamento, ou seja, para pagar contas mensais obrigatórias como água, luz, salários, impostos, compras de matéria prima e outros.
Esse tipo de empréstimo é muito utilizado no caso de empresas que estão passando por crises econômicas e necessitam de ajuda para reerguer e reorganizar o fluxo de caixa para concluir suas operações diárias.
É de uso exclusivo de pessoas jurídicas.
Sua taxa de juros varia entre 1,40% a 3,39% ao mês.
Empresas como a Nexoos, faz a conexão entre pequenas e médias empresas a potenciais investidores que oferecem crédito online, de forma rápida e segura, sem a necessidade de garantia real. Se interessou? Clique para conferir!

Observação: Em 2016, o governo federal abriu linhas de crédito para capital de giro de micro e pequenas empresas e MEI (Microempreendedores Individuais), com taxas de juros até 30% mais baixas que as do mercado.

3. Cartão BNDES

O cartão é disponibilizado somente para donos de micro, pequena e médias empresas, com sede no Brasil, e com faturamento de até 90 milhões por ano. A empresa não pode apresentar irregularidades.
Baseado nas principais funções de uma cartão de crédito tradicional, o cartão BNDES permite que você faça pagamentos parcelados desde que o valor não ultrapasse o limite pré definido do banco. O cartão comporta, ainda, o financiamento de investimentos para MEI, micro, pequenas e médias empresas, a partir de crédito pré aprovado e com pagamento em até 48 meses, em parcelas iguais e fixas. As taxas de juros são muito reduzidas, cerca de 1,12% ao mês.
Os bancos que emitem o cartão do BNDES atualmente são: Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banestes, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Santander, Sicredi e Sicoob. Mas lembrando que é importante ser correntista do banco onde solicitará o seu cartão BNDES porque as prestações são debitadas automaticamente da conta corrente.
Uma das vantagens de utilizar o cartão BNDES é que como as parcelas são fixas, é possível saber qual será o valor da próxima prestação até o final do financiamento. Além do mais, o crédito pré aprovado é rotativo, ou seja, o cliente pode utilizá-lo quando precisar ou tiver uma oportunidade de negócio.

4. Factoring

Factoring é uma atividade comercial, também conhecido como fomento mercantil,  que possibilita empresas anteciparem seus recebíveis, e através do desconto de duplicatas, transformarem suas vendas a prazo em vendas à vista. A operação de factoring pode alavancar o capital de giro e ser uma alternativa de crédito para empresas.

Como funciona?

A relação de factoring é uma parceria. O empresário (cedente) que contrata uma empresa de factoring conta com um parceiro no gerenciamento de suas contas a receber, e ao entregar os direitos de crédito por uma venda, recebe o valor à vista descontado da remuneração da operação.

A Rapidoo é uma empresa de factoring completamente online. É fácil e simples. Quer saber mais?? Acesse o site!

Quer conhecer mais sobre gestão comercial? e faça seu cadastro! Clique, confira o sistema e faça seu cadastro! TagPlus.











Foto do perfil do autor ou atora

Ecóloga, estudante de Publicidade e Propaganda. Na TagPlus, é Auxiliar Analista de Marketing e Publicidade, com ênfase em redação.

Nenhum comentário

Deixe o seu Comentário

Categorias