Parceria entre Sebrae e Fazenda em SP

Desktop computer screen, tax form or invoice

postado por: , em 30/05/2017

Fique por dentro de todas as notícias e novidades fiscais com o blog da TagPlus.

No post de hoje veremos mais sobre a nova parceria firmada entre a Fazenda do estado de SP e o Sebrae, não perca!

Parceria entre Sebrae e Sefaz SP

A Secretaria da Fazenda firmou parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em São Paulo (Sebrae-SP). Por meio do Convênio 10/17, publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (23/5), o Sebrae-SP passará a disponibilizar e atualizar as versões dos emissores gratuitos de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) a partir de 1º de julho.

Acompanhamento

O acompanhamento permanente da Fazenda permitiu verificar que, com a gradual adesão das empresas a outros sistemas, a maioria dos documentos fiscais eletrônicos não são mais gerados pelo emissor oferecido pela Secretaria. Além disso, a procura ao emissor do Fisco diminuiu em razão da oferta de soluções modernas de emissores gratuitos oferecidos pelo próprio mercado.

Objetivos

No início o emissor gratuito foi desenvolvido para facilitar a implantação dos projetos do CT-e e da NF-e, que substituiu a nota fiscal em papel modelo 1 ou 1A, usadas para operações com mercadorias entre empresas.

O programa cumpriu o seu papel e transferi-lo ao Sebrae-SP é uma importante medida para garantir que os micro e pequenos empresários que desejarem ainda continuem utilizando soluções sem custo.

O convênio

O convênio com o Sebrae prevê que o órgão, além de disponibilizar, irá atualizar as versões do aplicativo para as empresas. Dessa forma a parcela de contribuintes que ainda utiliza os emissores gratuitos desenvolvidos pelo Fisco paulista continuarão a ser atendidos pelo Sebrae-SP.


Gostou dessa notícia? Comente a seguir!

Para mais informações sobre gestão financeira, conte com o TagPlus. O melhor software para o gerenciamento de sua empresa. Clique aqui e experimente o sistema – grátis por 15 dias.

Fonte: Sefaz SP