Os maiores desafios do MEI e como superá-los

MEI

postado por: , em 13/09/2015

O MEI (Microempreendedor Individual), tem uma série de vantagens para favorecer o seu crescimento e legalização no mercado. No entanto, da mesma forma que existe vantagens, há também algumas divergências e desafios impostos a esta classe de empreendedor.

Há no Brasil hoje cerca de 5 milhões de Microempreendedores Individuais. Dispensados de escrituração fiscal e contábil, além de diversas obrigações acessórias impostas às demais empresas, e também livres de algumas exigências burocráticas quanto às instalações, por exemplo, além de terem todos os demais processos simplificados em relação aos demais, os MEI podem ter CNPJ, conta bancária em nome da empresa, receber com cartões de credito/débito e contar com a tranquilidade de ser legalizado.

Mas assim como uma empresa de outra categoria, o MEI também encontra muitos desafios e precisa de dedicação se quer crescer.

Separamos alguns dos principais desafios do MEI.

Desafios do MEI

Controle financeiro

O maior desafio deste empreendedor está na gestão e controle financeiro administrativo do seu negócio.

Se não houver, por exemplo, um controle de caixa que permita saber os valores exatos dos pagamentos e recebimentos, o MEI não consegue fazer projeções reais sobre valores a gastar, reduções e controle de despesas, assim como compra de mercadorias.

Além disso, corre o risco de receber multas e crime de sonegação caso suas declarações patrimoniais e de faturamento sejam divergentes da realidade.

Outro grave problema criado pela legislação é que o MEI, na maioria dos casos, fica dispensado da emissão de nota fiscal. Com essa dispensa, é fácil perder a organização, a origem dos recursos e pecar na transparência.

Como o MEI também é dispensado de contabilidade, fica difícil liberar financiamentos para por exemplo, aquisição de veículos e equipamentos, além de complicar para o profissional da contabilidade, que consegue comprovar a sua origem de renda e lhe fornecer a Decore (Declaração Comprobatória de Rendimentos).

Uma ótima solução para esse desafio é que o MEI adquira um Software de Gestão, como o Sistema TagPlus, onde será possível realizar de forma fácil e simples o controle financeiro, controle de estoque, emissão de nota fiscal caso deseje, entre várias outras ferramentas para uma melhor gestão e organização, gerando relatórios completos que permite que o MEI se programe melhor e defina objetivos realísticos para crescer dentro do mercado.

Aprimoramento de gestão e atualização no mercado

O MEI precisa estar atualizado sobre o seu mercado de atuação e aprimorar sua gestão. Não dá para ficar parado.

Portanto, o MEI deve buscar instituições de apoio como o Sebrai e Senai, por exemplo, que oferecem informações, cursos e capacitações para o profissional de forma que ele seja mais competitivo e assertivo no seu ambiente de atuação.

Legalidade

O MEI deve prestar atenção em relação as exigências para a legalidade do seu mercado de atuação, junto aos devidos órgãos.

É necessário se informar sobre a documentação necessária para estar de acordo com a lei, como alvarás da prefeitura, corpo de bombeiros, vigilância sanitária ou o que for exigido de acordo com o ramo da atividade exercida pelo MEI.

E você, qual a sua experiência em relação aos desafios enfrentados pelo MEI? Conte para gente!