Entenda o que é Fluxo De Caixa Descontado

auditoria contábil

postado por: , em 06/05/2015

O Que é o Fluxo De Caixa Descontado?

O fluxo de caixa descontado é um método utilizado para analisar a riqueza econômica de uma empresa, fazendo isso através do estudo do dinheiro que já se encontra ou irá entrar no seu caixa nos próximos dias. A partir daí, é feita uma análise dos possíveis riscos que o negócio corre e que podem decrescer o seu valor. O método do fluxo de caixa descontado consiste em trazer a valor presente, mediante uma taxa de desconto, o fluxo de caixa futuro da companhia.

Com esses dados em mãos, a empresa consegue obter conhecimento de sua situação financeira atual, e a aplicação do fluxo de caixa também permite otimizar e usar as finanças de maneira mais proveitosa, já que a análise dele ajuda a fazer projeções e planejamentos sobre o setor financeiro da empresa,

Por Que Fazer O Fluxo De Caixa Descontado?

Algo essencial para qualquer empresa é ter uma visão exata da sua situação financeira para realizar e colocar em prática novos planejamentos.

Através do Fluxo de Caixa Descontado, a empresa pode, entre outras análises, calcular o seu valor de mercado. Esse método do Fluxo de caixa descontado é usado principalmente quando um negócio vai se fundir com o outro ou ser vendido, permitindo que sejam calculados o valores em caixa e que podem vir a ser gerados nos próximos anos.

Seguindo este raciocínio, o Fluxo de Caixa Descontado dá a empresa uma projeção dos ganhos e custos, e também a estimativa de sua saúde financeira.

Como Fazer O Fluxo De Caixa Descontado

Se você deseja saber o valor econômico da sua empresa, você deve aplicar r o método de Cálculo De Fluxo De Caixa descontado. Esse método é composto de várias etapas que devem ser seguidas corretamente para garantir a confiabilidade das informações obtidas através do mesmo.

O Fluxo de Caixa Descontado pode ser calculado de duas maneiras:

a) para obter o fluxo de caixa dos acionistas(gerado após computados os efeitos de todas as dívidas para complementar o financiamento da empresa) e a segunda
b) é através do uso do FCL-fluxo de caixa livre (gerado após a dedução dos impostos, investimentos permanentes e variações esperadas no capital circulante líquido)

Primeiramente, para você fazer o cálculo de fluxo de caixa descontado, você deve calcular o dinheiro que entra no seu caixa, preferencialmente no período de um mês. Caso sua intenção seja a fusão com outra empresa ou a venda de sua empresa, o período de cálculo deve ser maior.

Feito isso, é necessário também calcular o dinheiro que sai do caixa da sua empresa, ou seja, os gastos da empresa, tantos os fixos quanto os variáveis.

Com esses dados em mãos, é hora de analisar o potencial de rendimento da empresa. Para fazer o cálculo desse potencial de rendimento, é necessário fazer uma análise das compras de estoque que ele realiza na atualidade, o total de vendas realizadas e nível de adimplência e inadimplência do seu público consumidor.

Outro passo importantíssimo para definir o potencial de sua empresa é fazer a verificação das oportunidades de mercado para a empresa. Analise o segmento da sua empresa, o público alvo, a concorrência e demais fatores relacionados a tal.
Com isso, chega a hora de fazer a projeção dos riscos que o negócio corre através do fluxo de caixa descontado, tendo como base a análise do mercado de atuação da empresa, verificando se ele tem potencial de expansão para os próximos anos.

Depois de concluir todos os passos acima você finalmente poderá avaliar as chances da empresa para os anos por vir. Compare todas as informações obtidas e construa um relatório descrevendo o faturamento da empresa na atualidade e descontando os decréscimos de dinheiro que podem ocorrer com os riscos que foram projetados e que a empresa está suscetível.

Ainda possui dúvidas sobre o Fluxo de Caixa Descontado? Escreva para gente!