Dicas para um bom controle financeiro da empresas

postado por: , em 29/08/2017

O controle financeiro nada mais é que a coordenação das atividades da empresa de acordo com seus gastos e ganhos. Parece simples? E é. Mantendo tudo organizado em um sistema, gerenciando os números e acompanhando rotineiramente é fácil e ajuda e muito no sucesso do empreendimento.

Controle financeiro dá segurança ao empresário 

Uma boa gestão financeira significa que o empresário sabe exatamente como se encontra o dinheiro da empresa e se pode investir mais ou não. É saber como andam as contas, pagamentos, se está em saldo positivo ou caminha a passos curtos com risco sempre.

Os dados basicamente são de fluxo de caixa e relatórios financeiros de contas atuais e futuras. Claro, a previsão em muitos casos não é de anos mas alguns meses à frente de acordo com a situação atual é possível prever.

Existem vários tipos de empresários. Os que investem cegamente baseando-se na esperança da situação melhorar ou acreditando está tudo bem porque ‘a loja está cheia’ e os cautelosos. O controle financeiro age ao lado dos cautelosos, dando segurança ao investidor.

Se o serviço escolhido para prestar não for de agrado do público ou não tiver tanta procura quanto o esperado, o caos pode imperar. É comum investir mais sem poder com a esperança de tudo funcionar melhor, mas não é o ideal. O seguro para o futuro da empresa é ter dinheiro em caixa e não sacrificar o já ganho esperando por dias melhores.

Comece a Gerenciar seu Financeiro

Teste a Gestão Financeira do TagPlus por 15 dias

* Respeitamos sua privacidade. Seu e-mail está seguro.

Você não pagará nada se não gostar

 Dicas para um bom controle financeiro 

O princípio básico do controle financeiro é registrar contas. Todas. Sem exceção. Não existe ganhou ou gasto menos importante. Quando o departamento financeiro está atualizado o saldo é bem positivo em muitos pontos. E para isso é só tentar algumas dicas simples.

Não sobrecarregue um funcionário – se a empresa é de grande porte, gerenciar as finanças do empreendimento requer atenção, cautela e é muito trabalho. Criar um departamento é a melhor saída.

Anote tudo – não interessa se foi uma venda pequena de fim de expediente e o caixa já estava fechado. Anote e registre no dia seguinte. São as pequenas “escorregadas” as responsáveis por grandes rombos no orçamento.

Faça sempre backup – se está trabalhando com livro caixa faça cópias constantes e atualize o arquivo copiado. Se é em sistema de software faça um backup constante para não precisar começar do zero em caso de acidente e perder o histórico. 

Analise os dados gerados – periodicamente é interessante analisar os dados gerados pelo departamento financeiro. Podem ser feitos cortes de gastos e gerar economia no caixa significativa quando um setor não rende bem. Ou reajustes de pessoa e produtos para investir em áreas mais lucrativas.