Como funciona a emissão de nota fiscal eletrônica na loja virtual?

S

postado por: , em 25/08/2014

A nota fiscal eletrônica, ou NF-e, é um dos projetos do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), que por sua vez faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), implementado pelo Governo Federal. Seu principal objetivo é substituir a nota fiscal emitida em papel por uma nota fiscal exclusivamente no formato eletrônico e, assim, modernizar e facilitar a comunicação do fisco com o contribuinte.

Como a emissão da nota fiscal eletrônica é obrigatória para todas as operações de e-commerce no Brasil, decidimos preparar um post contendo uma visão geral do funcionamento da emissão da NF-e, já que neste período de transição é comum que o empresário ainda não esteja adaptado à nova sistemática. Confira!

Procedimento de emissão da NF-e

No geral, o procedimento para emissão da nota fiscal eletrônica é simples e rápido. No momento da venda, a empresa emissora cria um arquivo eletrônico com a sua assinatura digital e o transmite para o sistema do fisco. A seguir, a Secretaria de Fazenda responde com um protocolo de recebimento autorizando a operação. Logo em seguida, a Secretaria transmite as informações para o sistema da Receita Federal, que funciona como um repositório nacional de todas as notas fiscais emitidas no país. Concluída a operação, em poucos segundos o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE) já pode ser impresso.

Emissão de NF-e em contingência

Como o procedimento é feito exclusivamente através da internet, o projeto da nota fiscal eletrônica conta também com um sistema de emissão em contingência, isto é, um tipo de emissão off-line. Supondo, por exemplo, que o emissor esteja passando por dificuldades técnicas e esteja momentaneamente sem conexão com a internet, nesse caso ele poderá emitir uma nota fiscal eletrônica em contingência sem perder a venda e sem pagar multas. A NF-e fica armazenada no equipamento da empresa e ela tem um prazo de até 24 horas para transmiti-la para o fisco.

Sistema Emissor de NF-e

A Receita Federal disponibiliza em seu site um programa gratuito que possibilita a emissão da nota fiscal eletrônica. No entanto, este método se mostrou demorado e complicado, não atendendo às necessidades das empresas brasileiras. Por isso, muitos empreendedores têm implementado um sistema especial de emissão de nota fiscal eletrônica, o que reduziu muito o tempo da emissão e automatizou o preenchimento manual dos dados.

Outra grande vantagem de se adotar um sistema emissor de NF-e é a integração dessa tarefa com outros processos como vendas e controle de estoque na plataforma de sua loja virtual, bem como a possibilidade de armazenamento de todas essas informações na nuvem, possibilitando o acesso remoto a partir de qualquer dispositivo conectado à internet.

Benefícios

A NF-e é, sem dúvida, uma ferramenta que veio para facilitar a vida do empreendedor que atua no comércio eletrônico, simplificando processos, desburocratizando a relação com o fisco e, sobretudo, reduzindo custos de emissão, remessa e armazenamento de documentos fiscais. No entanto, o empresário deve sempre estar atualizado a respeito de seu funcionamento para que possa cumprir com as exigências da lei e tirar o maior proveito dessa nova realidade.

Nesse sentindo, ressaltamos a urgência do investimento em um sistema emissor de notas fiscais confiável, que proporcione segurança e rapidez. Assim, os detalhes técnicos, as atualizações do sistema e as novas exigências legais são devidamente trabalhados por especialistas no assunto.

Você já adota a nota fiscal eletrônica? Anda tem dificuldade de utilizá-la? Conte para a gente!